Não julguemos aquilo que um dia possa nos fazer mudar.

Há uma ilustração da capricho, do editorial 'Desneurando' feito pela Autora e Blogueira Dani Hasse, que se chama 'Copo meio cheio ou meio vazio?'. Ela explica e concordo, que não devemos ficar achando que a vida é sempre feita como uma prova que devemos marcar apenas uma opção, não! A vida, os itinerários mudam. Se gosto de um tipo de filme Y, não posso gostar de Z? Podemos ter preferências, aliás, diversas. Ter algo favorito, não quer dizer um só.


 





Um comentário: